A Roda dos Alimentos

Como foi dito na secção: Projecto, nós elaborámos uma roda dos alimentos.

A base da roda, isto é, a roda propriamente dita, é em madeira.

As secções da roda foram divididas com papel auto-colante de diferentes cores (castanho, cinzento, vermelho, rosa, amarelo, verde e laranja) e posteriormente colámos os alimentos, que foram todos construídos em cartolina.

Para realizar este produto, baseámo-nos na nova roda dos alimentos, como a que está na figura ao lado.


A Roda dos Alimentos Portuguesa foi criada já em 1977 para a Campanha de Educação Alimentar “Saber comer é saber viver”.
A Roda dos Alimentos é uma representação gráfica que ajuda a escolher e a combinar os alimentos que deverão fazer parte da nossa alimentação diária. Divide-se em 7 grupos, que reúnem alimentos com propriedades nutricionais semelhantes. Cada grupo deve estar presente  na alimentação de cada um, assim:

Cereais e derivados, tubérculos – 28%
Hortícolas – 23%
Fruta – 20%
Lacticínios – 18%
Carnes, pescado e ovos – 5%
Leguminosas – 4%
Gorduras e óleos – 2%

A água não está inserida em nenhum grupo em concreto, mas faz parte da constituição de quase todos os alimentos; encontra-se portanto no centro da roda A água é essencial à vida, pelo eu deve ser consumida entre 1,5 a 3 litros por dia.

 Em conclusão, a nossa alimentação deve ser:

·         Completa – comer alimentos de cada grupo e beber água diariamente;

·         Equilibrada – comer maior quantidade de alimentos dos que estão presentes nos grupos de maior dimensão e menor quantidade dos que se encontram nos grupos de menor dimensão.

·         Variada – comer alimentos diferentes dentro de cada grupo, tentando variar (conforme as épocas do ano).


Aqui ficam algumas fotos do nosso trabalho: